MALTODEXTRINA

A Maltodextrina, muitas vezes chamada apenas de Malto, é um polímero da glicose que é utilizada como suplemento para potencializar a energia de praticantes de atividades físicas, reduzindo a chance de catabolismo e aumentando a disposição para treinar. É um carboidrato complexo de metabolização lenta e gradativa, para que a liberação de energia seja dividida e aproveitada por mais tempo, gerando picos de insulina, substância responsável por repor o glicogênio muscular. Realiza o transporte de nutrientes, como creatina, glutamina e proteínas, para dentro das células. Podendo ainda potencializar esses benefícios combinando com o Whey Protein. A energia é algo essencial para você que pratica exercícios físicos, afinal, é necessário que você tenha força para desempenhar todas as tarefas e concluir o seu treino. Só assim é possível atingir o ganho de massa muscular e os objetivos de quem vai à academia. É pensando justamente nessa necessidade primordial que a Malto auxilia no fornecimento de energia necessária para realizar todas as séries sem que os músculos entrem em fadiga. A maltodextrina tem papel fundamental nessa tarefa: ela garante a energia retirada de alimentos como milho, batata, mandioca, arroz. Em geral, as matérias primas mais usadas nos produtos são a batata e milho. As maltodextrinas são produtos da quebra parcial do amido, mas nem todas são iguais: elas podem ser classificadas pelo grau de hidrólise do amido, sendo essa classificação expressa em Dextrose Equivalente (DE). As maltodextrinas podem ser produzidas por hidrólise enzimática (α-amilase), hidrólise ácida ou uma combinação dos dois métodos. Depois do processo de hidrólise, o amido é submetido à secagem. Esse processo consiste na remoção de umidade do material por evaporação, através da transferência simultânea de calor e massa. Várias propriedades funcionais como a doçura, solubilidade e viscosidade variam de acordo com a degradação enzimática e a fonte botânica do amido. A principal diferença dos efeitos das maltodextrinas para aqueles da dextrose é que a sua digestão e absorção é um pouco mais lenta, o que faz com que o pico de glicemia não seja tão intenso. Por isso, a Malto não causa também uma queda brusca na glicemia quando seu efeito passa, o que pode causar mal-estar em algumas pessoas que consomem a dextrose. Na prática, a diferença entre esses dois suplementos é relativamente pequena. Contudo, quem realiza atividades com demanda energética mais imediata e duração curta pode se dar melhor com a dextrose, enquanto a malto pode ser utilizada por quem pratica atividades que exigem energia por mais tempo, inclusive sendo ingerida em intervalos no treino. A decisão final de qual das duas tomar depende mais das particularidades e da adaptação de cada um ao suplemento, além da recomendação do nutricionista.

MALTODEXTRINA

Pague com
  • Mercado Pago
  • Mercado Pago
  • Pagamento na Entrega
Selos

BUYALLUSA SUPLEMENTOS - CNPJ: 24.062.344/0001-93 © Todos os direitos reservados. 2020


Para continuar, informe seu e-mail

Formas de Envio